9 de maio de 2021

PAIDEIA Online

A notícia com equidade

Jovem de 23 anos inventa dispositivo que identifica câncer de mama em casa e ganha prêmio

Judit Giró Benet disse que um dia estava pesquisando sobre câncer e leu que os cachorros conseguem identificar se um ser humano tem ou não a doença. “Se o cão late, eles sabem que o humano tem câncer”.

Parece uma dessas estatísticas malucas que a gente vê na web, mas é verdade e foi o estalo para essa jovem engenheira biomédica inventar um dispositivo que pode ajudar milhões de mulheres no mundo: um aparelho capaz de identificar o câncer de mama em casa!

A jovem espanhola de 23 anos disse que pensou: “se o cachorro é capaz de fazer isso, por que meu microprocessador Arduino não seria capaz?”. Ela começou a pesquisar a possibilidade de desenvolver algo que ajudasse as mulheres, conseguiu e agora foi premiada por isso!

Engenharia biomédica

Judit conta que a engenharia sempre fez parte da sua vida. O pai dela é engenheiro e ela sempre se divertia com os projetos que ele levava para casa. Só que tinha uma paixão maior pela área da biomedicina.

E foi aos 15 anos que Judit descobriu a carreira que queria seguir.

“Fui com um dos meus professores a uma exposição sobre o futuro da carreira e ouvi alguém dando uma palestra sobre engenharia biomédica. Ouvir isso estava muito, muito perto de me apaixonar por mim e eu sabia que tinha que estudar isso! Quando tive que abrir mão de minhas opções para a universidade, todas as três eram para engenharia biomédica. Era a única coisa que eu queria.”

Hoje Judit tem um currículo invejável e agora, mais um título entrará para seus feitos profissionais: a de criadora da ‘The Blue Box’.

A ‘Caixa Azul’

Lembra da história dos cães que latem quando uma pessoa tem câncer? Isso é verdade! Uma pesquisa apresentada pela Sociedade Americana de Bioquímica e Biologia Molecular, mostrou que cães conseguem identificar células cancerígenas apenas pelo faro. O estudo mostrou uma estatística, onde 95% dos testes deu positivo.

Judit então começou a pesquisar os compostos que fazem os cães reconhecerem o câncer. “Comecei a coletar muitos sensores e os coloquei todos juntos. Em seguida, fazemos uma hipótese sobre quais sensores precisamos para detectar os compostos corretos”, disse a engenheira.

Ela então descobriu que existem sensores que detectam certos compostos bioquímicos na urina e dão o sinal do câncer. Só que esse sinal é tão fraco que os humanos não seriam capazes de detectá-lo, por isso precisamos de inteligência artificial para nos ajudar. E é quando a The Blue Box se torna essencial para todas as mulheres.

Judit conta que estudou e analisou testes de outros engenheiros e cientistas. Ela buscou entender o porquê outros dispositivos não deram certo, para saber exatamente por onde começar a desenvolver a sua caixa azul.

A The Blue Box foi pensada, desde o início, como algo para toda mulher ter em casa. Judit conta que deseja que as pessoas enxerguem o seu aparelho “não apenas como um dispositivo biomédico, mas como uma mudança na forma como lutamos contra o câncer de mama. Queremos ter um produto no mercado, mas também queremos ter uma comunidade de mulheres que realmente se preocupem com sua saúde e que realmente se preocupem umas com as outras”.

O aparelho já está pronto e é perfeitamente comercializável. Judit está agora um passo gigante mais perto de seu sonho de ver The Blue Box em todas as casas por apenas US $ 60.

Prêmio James Dyson

E a The Blue Box, rendeu para Judit o International 2020 James Dyson Award, um prêmio que foi criado para ajudar jovens engenheiros a desenvolver suas inovações em diversos setores.

Para a jovem criadora, o prêmio representa a oportunidade de crescimento no mercado. “O prêmio em dinheiro nos permitirá patentear o produto. E se formos patenteados, somos capazes de lançar aos investidores. Portanto, em vez de levar dois anos, levará meio ano. É uma grande diferença.”

Agora Judit está aperfeiçoando a The Blue Box na University of California Irvine. A seguir virão os ensaios clínicos e a aprovação da FDA e da EMA!

Fonte: Dyson (https://www.dyson.com/newsroom/overview/features/november-2020/interview-the-blue-box-jda-2020)
POR MONIQUE DE CARVALHO (https://razoesparaacreditar.com/jovem-aparelho-cancer-mama/)
JANEIRO 8, 2021